Quem possui um pet shop precisa saber quais são os passos que seus potenciais clientes dão antes de tomar alguma decisão. Conhecer a jornada de compra de um dono de pet pode ser decisivo para o sucesso de seu empreendimento.

Neste artigo, vamos abordar quais são as etapas dessa jornada e dar algumas sugestões de como impactar seu público-alvo em cada etapa.

Comunicar-se com seus clientes em potencial no momento exato ajuda a construir um relacionamento mais forte e duradouro.

3 fases da jornada de compra de um dono de pet

Basicamente, um consumidor passa por três fases em uma jornada de compra. Isso acontece em qualquer segmento de produtos e serviços. São elas:

  •         Aprendizado e Descoberta
  •         Consideração da Solução
  •         Decisão de compra

Dependendo do tamanho do investimento, essas etapas demoram mais ou menos. Se for a compra de um produto barato, é possível que todas as etapas aconteçam em questão de minutos.

  • Aprendizado e Descoberta 

É claro que uma pessoa que tem um cachorro sabe que ele precisa alimentar seu animalzinho e dar banhos de tempos em tempos. Mas essa fase também aparece na jornada de compra de um dono de pet, principalmente os de primeira viagem.

Ele pode descobrir, por exemplo, que fitoterapia funciona para pets (link para artigo de fitoterapia) na hora de deixar seu cãozinho mais calmo ou melhorar a digestão dele.

Outra coisa que ele pode aprender é a variedade de rações para cães e gatos disponível no mercado. Inclusive que existem petiscos que ajudam no hálito e higiene dentária do pet.

  • Consideração da Solução

 A partir do momento em que o dono de pet identifica um problema, ele começa a pesquisar em possíveis soluções. Nessa hora, ele busca conteúdos na internet e lê avaliações de determinados produtos e serviços.

Nesse sentido, é interessante que o pet shop, seja na internet ou no atendimento presencial, forneça informações importantes para ajudar na tomada de decisão do potencial cliente.

  • Decisão de Compra 

A essa altura do campeonato, o dono de pet já avaliou todos os fatores necessários antes de uma compra: qualidade do produto ou serviço, preço e estabelecimento que oferece um bom atendimento e as melhores condições de compra.

Mas a loja não pode se dar por satisfeita quando o cliente finaliza uma compra. Para ele retorne e vire um cliente recorrente, é importante fazer um trabalho de pós-venda para encantar ainda mais o consumidor.

A internet na jornada de compra de um dono de pet

Não dá para negar que a popularização da internet tornou as pessoas muito mais criteriosas na hora de tomar uma decisão de compra.

Segundo pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), a maioria dos consumidores (97%) busca informações online antes de fazer uma compra em lojas físicas.

Quando uma pessoa quer experimentar um restaurante novo, ela lê não só o cardápio online como também os comentários de outros clientes no Google ou na própria rede social do estabelecimento.

Afinal de contas, além da qualidade da comida, também exigimos bom atendimento e buscamos uma ótima relação de custo-benefício, não é?

A história se repete na jornada de compra de um dono de pet.

Quem acabou de adotar um cachorrinho, por exemplo, quer agradar o novo companheiro com brinquedinhos, ração e um bom banho.

Para tanto, ele pesquisa na internet onde há um pet shop próximo para solucionar seu problema.

Se encontrar uma loja perto de sua casa, ele já passa a considerar uma boa opção. Após ler avaliações positivas no Google e nas redes sociais da loja, o dono do pet decide fazer suas compras lá mesmo.

Caso ele tenha uma boa experiência no estabelecimento, é provável que volte mais vezes e até indique a loja a vizinhos.

Ações online para a sua loja impactar a jornada de compra de um dono de pet

Como você viu acima, ignorar o poder da internet na jornada de compra de um dono de pet significa perder uma grande oportunidade para expandir seu negócio.

Não se pode virar as costas para o público-alvo de um pet shop.

Para te dar uma mãozinha, resolvemos listar algumas ações indispensáveis que sua loja deve fazer na internet. Afinal de contas, é preciso estar onde o seu potencial cliente está, certo?

Confira a seguir:

  1. Google Meu Negócio

Em meio ao avanço da tecnologia, o Google Meu Negócio substituiu a página amarela (aquela enorme lista telefônica) e, hoje em dia, é uma ferramenta indispensável para estabelecimentos comerciais.

Principalmente os de bairro.

Sabe quando bate aquela fome no sábado à noite e você digita “pizzaria + nome do seu bairro” no Google? A plataforma apresenta uma ficha com informações da pizzaria da região. Isso inclui telefone, horário de funcionamento, fotos e avaliações de outros clientes.

Essa ficha é resultado do cadastro da empresa na ferramenta gratuita Google Meu Negócio.

Agora, imagine a jornada de um dono de pet. Provavelmente, ele vai procurar no Google por “Pet shop + nome do bairro”. Não seria demais se a sua loja fosse apresentada em destaque?

Então, invista um tempo para criar o cadastro do seu estabelecimento no Google Meu Negócio. Aqui, vale a pena inserir fotos bem produzidas e responder os comentários dos clientes.

  1. Redes sociais

O Brasil é um dos países que mais consomem conteúdos nas redes sociais. Entre as plataformas mais acessadas, estão Facebook e Instagram.

Certamente, o seu público-alvo também está nessas redes sociais. Por isso, é muito importante que você crie um perfil comercial nelas para divulgar as novidades e promoções do seu estabelecimento.

Mas cuidado! Fazer da sua página um outdoor online é um tiro no pé. Ninguém aguenta ficar recebendo oferta a toda hora.

Aposte, também, em conteúdos que gerem engajamento. Você pode publicar fotos de cachorrinhos bonitinhos e dar dicas importantes para donos de um pet. Um exemplo seria dar dicas de como guardar a ração de seu pet para ela não ficar mofada.

Provavelmente, seus seguidores irão curtir e compartilhar esse tipo de conteúdo. E o mais importante: na hora da compra eles lembrarão da sua loja.

Ações offline para a sua loja impactar a jornada de compra de um dono de pet

O que os donos de cachorro costumam fazer diariamente? Isso mesmo: levar seu companheiro para passear pelo bairro.

Quem possui um pet shop de bairro pode aproveitar esse momento para chamar a atenção de um cliente em potencial. Conheça algumas ações:

  1. Destaque suas promoções na vitrine

Se você não colocar uma faixa promocional ou alguns produtos em destaque na vitrine, sua loja passará despercebida pela pessoa que passeia com o cachorro.

Para não perder essa oportunidade, procure evidenciar os serviços que seu pet shop oferece, como banho e tosa. E, claro, coloque produtos diferenciados na vitrine.

Conseguiu chamar a atenção de um cliente em potencial? Muito bom, mas isso não é suficiente. Quando uma pessoa entrar na sua loja, é importante que ela seja muito bem atendida pelos funcionários.

Por isso, invista em treinamento para que sua equipe não só possa receber de forma simpática os consumidores como também possam oferecer informações certeiras.

  1. Promova eventos de adoção

Quem possui um pet apoia a causa de adoção de animais abandonados. Se você possui estrutura para promover um evento do tipo em sua loja, vale a pena apostar nesse iniciativa de vez em quando.

Esse tipo de evento costuma atrair pessoas que nunca tiveram um animal de estimação. Aí, pode ser uma oportunidade para conquistar um novo dono de pet em seu primeiro contato na jornada de compra.

Enfim, o comércio que conseguir impactar positivamente o dono de pet em toda jornada de compra – seja online ou offline – tem mais chances de aumentar suas vendas e, consequentemente, fidelizar clientes (link do texto de fidelizar clientes).