Segundo dados da ABINPET (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), o Brasil possui mais de 141 milhões de animais de estimação no país.

Trata-se da terceira maior população de pets do mundo em termos absolutos. Não é de se estranhar que o faturamento deste enorme e promissor mercado foi de 22,3 bilhões de reais em 2019.

Números bastante expressivos, não?

Com tanta oportunidade de mercado, não é à toa que a concorrência está cada vez maior. Para se ter ideia, de acordo com dados de 2018 do Instituto Pet Brasil, há mais de 31 mil estabelecimentos com destaque para a categoria de Pet Shop Loja de vizinhança (79,6%).

Diante de um mercado tão concorrido, entender quem é seu cliente e como deixá-lo satisfeito é fator determinante para o sucesso de seu negócio.

Portanto, a pergunta que fica é: como definir o público-alvo de um pet shop? Vamos descobrir neste artigo.

Afinal, o que é o público-alvo?

Em primeiro lugar, vamos entender o que é público-alvo.

Nada mais é que o potencial cliente de seu negócio. É aquela pessoa que se tornará sua audiência e vai ajudar a alavancar seu negócio comprando seus produtos.

E saber quem é o público-alvo de um pet shop vai muito além de segmentar os consumidores por faixa etária e sexo.

Você precisa entender qual é o comportamento de seus potenciais clientes: com que frequência eles compram? Quais são os produtos que eles mais compram, bem como o seu tíquete-médio?

Enfim, entendendo melhor seu cliente em potencial, você consegue traçar melhor sua estratégia de negócio e obter sucesso em seu empreendimento.

Passo a passo para definir o público-alvo de um pet shop

Como vimos acima, essa etapa do trabalho não é uma tarefa simples. É preciso ficar atento a uma série de detalhes.

Para ajudá-lo, resolvemos dar uma mãozinha e preparamos um passo a passo de como definir o público-alvo de um pet shop:

  1. Pesquisa de Mercado

Faça uma Pesquisa de Mercado. É essencial que você saiba todo o potencial do mercado em que atua.

Isso inclui levantar todo tipo de produtos e serviços que seu potencial cliente procura no mercado. Mais do que isso, os fatores que que fazem as pessoas a tomarem uma decisão de compra, como variedade de produtos, preços, comunicação e atendimento do Pet Shop.

Também é muito importante que você faça uma análise da sua concorrência. Na prática, isso significa identificar seus pontos fortes – para você se inspirar – e pontos fracos – que você pode (e deve) explorar em seu favor.

Participar de feiras e eventos vão te ajudar nesse sentido. Além disso, trata-se de uma oportunidade de conhecer quais são as principais tendências do mercado.

Conhecendo o mercado que você irá atuar, fica mais fácil definir o público-alvo de um pet shop.

  1. Trace o Perfil do Cliente

Você precisa saber quem é seu cliente. Um bom caminho nessa direção é fazer uma pesquisa rápida com as pessoas que compram na sua loja.

Dessa forma, você consegue descobrir a média de idade e o número de animais de estimação que os consumidores têm. Mais do que isso: o local onde moram e o quanto estão dispostos a pagar por seus produtos.

Enfim, você vai definindo, aos poucos, o público-alvo de seu pet shop.

  1. Comunicação

Depois de definir o público-alvo de um pet shop, é preciso dar o próximo passo. Aqui, estamos falando da sua estratégia de comunicação, ou seja, como você vai impactar seus potenciais clientes a ponto de levá-los para a sua loja.

Ao conhecer profundamente seus clientes, fica mais fácil saber o que atrai a atenção deles, bem como os pontos de contato que você pode se comunicar com eles.

Fomentar sua relação com seu público é essencial para que seu pet shop tenha sucesso. Isso porque as lojas que estão se comunicando constantemente são lembradas mais facilmente, não?

Não é por menos que o mercado costuma falar que a propaganda (comunicação) é a alma do negócio.

E agora, o que fazer?

Você já definiu seu público-alvo? Então, mãos à obra!

É preciso construir uma relação benéfica com seus potenciais clientes com o objetivo de efetivar suas vendas e criar uma relação de longo prazo com seus consumidores.

Abaixo, listamos algumas ações que você pode fazer com o público-alvo de um pet shop:

  1. Converse com as pessoas interessadas

Identifique as pessoas interessadas no serviço de seu Pet Shop e faça uma boa comunicação com ela.

Para atrair esse público, você pode até personalizar serviços e criar promoções de vez em quando.

Pode ser uma alternativa para que seu potencial cliente vire cliente de fato e, quem sabe, voltar mais vezes em sua loja.

  1. Crie segmentos de grupos

O próximo passo depois da definição do público-alvo de um pet shop é segmentá-lo em mais grupos.

Agora que você já tem um universo de clientes potenciais os quais trabalhar, pode identificar necessidades diferentes nesse grande guarda-chuva.

Deixar o serviço cada vez mais personalizado atendendo a todos cria um ambiente ainda mais assertivo para seu cliente.

  1. Liste os produtos queridinhos

À medida que você conhece seus clientes, já sabem quais são seus produtos favoritos. Além de contar com uma ferramenta de CRM para entender as preferências de compra de cada consumidor, ficar um pouco no balcão também ajuda.

Com todas essas informações em mãos, você pode listar os produtos queridinhos do seu público-alvo, aqueles que têm mais saída.

Saber quais são os produtos mais vendidos é um passo importante para que os consumidores não cheguem à loja procurando determinado produto e saia de mãos vazias. Isso não pega bem, né?

Além de ajudar no controle de estoque do pet shop (link), você pode criar promoções com os produtos queridinhos. Claro, sempre deixando uma margem de lucro para o seu negócio não ficar no vermelho,

Todas essas ações têm como objetivo deixar a experiência dos seus clientes positiva o suficiente para fidelizá-los. Quem sabe eles ainda não indicam a sua loja para amigos, familiares e vizinhos?

  1. Redes Sociais

Como falamos acima, o meio digital atinge cada vez mais todos os tipos de serviços. Provavelmente, boa parte de seu público-alvo também está conectado no mundo online.

Nesse sentido, marcar presença nas redes sociais pode ser um caminho para fortalecer o relacionamento com os seus clientes. Mas só tome cuidado para não tornar o seu perfil nas redes sociais em um outdoor online.

Fala a verdade: chega uma hora que cansa ficar aparecendo propaganda nas redes sociais, né?

Entre um post de oferta e outro, é interessante fazer publicações que dão engajamento (compartilhamentos e curtidas). Pode ser fotos e vídeos de filhotes de cachorro (quem não gosta?) ou até mesmo dicas de cuidados com os pets.

Mesmo que essas ações não gerem uma venda direta, ao construir uma relação próxima com seus potenciais clientes nas redes, eles ficam mais propensos a lembrar da sua loja na hora de fazer alguma compra.

Mais do que definir o público-alvo de seu pet shop, você também já sabe como engajá-lo, né? Agora é arregaçar as mangas e boas vendas!